Episódio 175 / Os Homens do Presidente (1976) / Escândalo na TV (1976) / Os paranóicos anos 70

Neste episódio voltamos ao ciclo sobre o cinema norte-americano paranóico dos anos 70. Desta vez com dois títulos demonstrativos da ambiguidade do papel da comunicação social, tanto na informação como na desinformação e na conformação do povo: Os Homens do Presidente, de Alan J. Pakula, e Escândalo na TV, de Sidney Lumet, ambos de 1976.

Episódio 167 / A Última Testemunha (1974) / Os Três Dias do Condor (1975) / Os paranóicos anos 70

Neste episódio dou início ao ciclo para 2019 sobre os paranóicos anos 70. A começar a série de suspeitas, espionagem, medos e conspirações estão dois thrillers políticos encabeçados por duas estrelas de Hollywood: A Última Testemunha, filme de 1974 de Alan J. Pakula encabeçado por Warren Beatty, e Os Três Dias do Condor, realizado em 1975 por Sidney Pollack, com Robert Redford no principal papel.

Episódio 165 / O Regresso de Mary Poppins (2018) / Balanço 2018

Neste episódio convido o José Carlos Maltez, o Tomás Agostinho e o Tiago Laranjo para me ajudarem a fazer a resenha do ano cinematográfico de 2018. Faço também o balanço do que foi o Segundo Take no ano que passou e apresento os planos para a programação do podcast em 2019. Mas primeiro, deixo-vos a minha análise de O Regresso de Mary Poppins, a inesperada sequela cinquenta anos depois do clássico musical da Disney para toda a família.

Episódio 164 / A guerra das estrelas de George Lucas Ep. 3 / Universos Paralelos

Neste episódio do Segundo Take voltamos ao Universos Paralelos, um programa da autoria de António Araújo, José Carlos Maltez e Tomás Agostinho. Desta vez recordamos a história recente da venda da Lucasfilm à Disney e olhamos sobre as consequências deste negócio milionário para a saga Star Wars, bem como os caminhos trilhados depois do afastamento do seu criador.

Episódio 158 / Resolução Macabra (2012) / O Interminável (2017) / Oculus: O Espelho do Demónio (2013) / Novos nomes do terror

Neste episódio, para finalizar o ciclo que dediquei este ano aos Novos Nomes do Terror, faço uma pequena batota e analiso três filmes: o díptico da dupla Justin Benson e Aaron Moorhead constituído por Resolução Macabra, de 2012, e O Interminável, de 2017, bem como Oculus: O Espelho do Demónio, o filme de 2013 realizado por Mike Flanagan, o autor do momento responsável pela série do Netflix, A Maldição de Hill House.