Os monstros de Clive Barker

Os monstros de Clive Barker

Nesta edição de Universos Paralelos, um programa da autoria de António Araújo (Segundo Take), José Carlos Maltez (A Janela Encantada) e Tomás Agostinho (Imaginauta), que podem encontrar em http://www.segundotake.com/podcast/2019/6/16/episodio189, enfrentamos as criações monstruosas do pintor, escritor e realizador Clive Barker.

clive-barker.jpg
the-hellbound-heart.jpg

Clive Barker nasceu em 1952 em Liverpool, na Inglaterra, onde se veio a graduar na Universidade local e a trabalhar durante vários anos no teatro. A sua mudança para Londres resultou numa travessia pelo deserto sustentada pela assistência social enquanto tentava a sua sorte como escritor e pintor. Foi desta forma que começou a escrever peças de teatro de humor e terror, bem como a trabalhar como ilustrador. Ao ler a antologia de ficção de terror Dark Forces em 1981, Barker encontrou uma oportunidade ao perceber que havia necessidade no mercado para um novo tipo de ficção deste género. Nasceram assim os primeiros três volumes de Clive Barker's Books of Blood, uma coleção de contos e novelas que englobavam os géneros de terror e de fantasia que definiram Clive Barker como um nome da vanguarda do terror literário de meados da década de oitenta.

Ao longo da sua obra polvilhada de romances e compilações de contos, muitas das suas histórias apresentam monstros ou aparições que aterrorizam os seus protagonistas, humanos habitantes de um mundo tão sombrio, violento e maligno como as entidades que os atormentam. Barker cria mundos fictícios em que as fronteiras entre a vida e a morte são muitas vezes indistintas. Esta é normalmente bem recebida pelo protagonista como uma transformação para um estado mais elevado de ser, e é comum ocorrerem nas suas narrativas várias formas de transformação corporal, incluindo a transformação do corpo de um homem numa mulher, através de um processo sobrenatural — o que não será um acaso dada a orientação sexual do autor que assumiu publicamente a sua homossexualidade no início dos anos noventa. Mais tarde, os seus interesses temáticos inclinar-se-iam também para a fantasia e mitologia urbana, nunca abandonando completamente os elementos do terror tradicional.

Candyman.jpg

O seu interesse pela produção cinematográfica, e a frustração com as duas primeiras adaptações cinematográficas de argumentos da sua autoria — Underworld (1985) e Rawhead Rex (1986) —, levaram à sua estreia atrás das câmaras com Fogo Maldito (Hellraiser, 1987), transposição da novela The Hellbound Heart. O sucesso deste filme de baixo-orçamento, que lançou uma série de filmes do qual Barker depressa se distanciou, não foi repetido por Raças da Noite (Nighbreed, 1990), adaptação do romance Cabal (1988), nem por O Senhor das Ilusões (Lord of Illusions, 1995), baseado no conto The Last Illusion incluído no sexto volume de Books of Blood (1985), o seu último crédito na realização de longas-metragens. Ainda assim, em conjunto com o excelente O Assassino em Série (Candyman, 1992), realizado por Bernard Rose, a filmografia de Clive Barker é uma excelente porta de entrada para o universo do autor a quem Stephen King chamou em tempos "o futuro do terror".

António Araújo, Abril de 2019

Fontes primárias

Romances

  • Barker, Clive (1985) The Damnation Game. London: Weidenfeld & Nicolson;

  • Barker, Clive (1987) Weaveworld. Glasgow: Collins;

  • Barker, Clive (1988) Cabal. New York: Poseidon Press;

  • Barker, Clive (1989) The Great and Secret Show: The First Book of the Art. Glasgow: Collins;

  • Barker, Clive (1991) Imajica. New York: HarperCollins;

  • Barker, Clive (1993) The Thief of Always: A Fable. New York: HarperCollins;

  • Barker, Clive (1994) Everville: The Second Book of the Art. New York: HarperCollins;

  • Barker, Clive (1996) Sacrament. New York: HarperCollins;

  • Barker, Clive (1998) Galilee. New York: HarperCollins;

  • Barker, Clive (2001) Coldheart Canyon: A Hollywood Ghost Story. New York: HarperCollins;

  • Barker, Clive (2002) Abarat. New York: HarperCollins;

  • Barker, Clive (2004) Abarat: Days of Magic, Nights of War. New York: HarperCollins;

  • Barker, Clive (2007) Mister B. Gone. New York: HarperCollins;

  • Barker, Clive (2011) Abarat: Absolute Midnight. New York: HarperCollins;

  • Barker, Clive (2015) The Scarlet Gospels. New York: St. Martin's Press.

Contos / Novelas

  • Barker, Clive (1984) Books of Blood, Volume One. London: Sphere Books;

  • Barker, Clive (1984) Books of Blood, Volume Two. London: Sphere Books;

  • Barker, Clive (1984) Books of Blood, Volume Three. London: Sphere Books;

  • Barker, Clive (1985) Books of Blood, Volumes 1-3. London: Sphere Books;

  • Barker, Clive (1985) Books of Blood, Volume Four. London: Sphere Books;

  • Barker, Clive (1985) Books of Blood, Volume Five. London: Sphere Books;

  • Barker, Clive (1985) Books of Blood, Volume Six. London: Sphere Books;

  • Barker, Clive (1986) Books of Blood, Volumes 4-6. London: Sphere Books;

  • Barker, Clive (1986) The Hellbound Heart. Originalmente publicado na “Night Visions, 3”, editado por George R. R. Martin.

BD

Entre muitos outros:

  • Clive Barker's Hellraiser (1989) Epic;

  • Clive Barker's Night Breed (1990) Epic;

  • Ectokid (1993) Razorline;

  • Saint Sinner (1993) Razorline;

  • Clive Barker's The Thief of Always (2005) IDW Publishing;

  • Clive Barker's Great and Secret Show (2006) IDW Publishing;

  • Clive Barker's Hellraiser (2011) Boom! Studios;

  • Clive Barker's Hellraiser: The Dark Watch (2013) Boom! Studios;

  • Clive Barker's Next Testament (2013) Boom! Studios;

  • Clive Barker's Nightbreed (2014) Boom! Studios.

Ilustração

  • Burke, Fred; Niles, Steve (Editor); Barker, Clive (Ilustrador) (1990) Clive Barker, Illustrator. California: Eclipse Books;

  • Burke, Fred; Amacker Bullwinkle (Editor); Barker, Clive (Ilustrador) (1993) Illustrator II: The Art of Clive Barker. California: Eclipse Books.

Cinema

  • Fogo Maldito (Hellraiser, Clive Barker, 1987): argumento e realização;

  • Fogo Maldito - Parte II (Hellbound: Hellraiser II, Tony Randell, 1988): história de;

  • Raças da Noite (Nightbreed, Clive Barker, 1990): argumento e realização;

  • O Assassino em Série (Candyman, Bernard Rose, 1992);

  • Assassino das Trevas (Candyman: Farewell to the Flesh, Bill Condon, 1995): história de;

  • O Senhor das Ilusões (Lord of Illusions, Clive Barker, 1995): argumento e realização.

Websites

Fontes secundárias

Televisão

Cinema

  • O Túnel do Terror (Underworld, George Pavlou, 1985): argumento;

  • O Monstro de Rathmore (Rawhead Rex, George Pavlou, 1986): argumento;

  • O Comboio dos Mortos (The Midnight Meat Train, Ryûhei Kitamura, 2008);

  • Livro de Sangue de Clive Barker (Book of Blood, John Harrison, 2009);

  • Pavor (Dread, Anthony DiBlasi, 2009).

O terror onírico de Dario Argento

O terror onírico de Dario Argento

O mundo dos dinossauros de Spielberg

O mundo dos dinossauros de Spielberg