Omissões de 2015

Partilho as minhas omissões de 2015 que pretendo recuperar em 2016. Já no próximo episódio do podcast falarei de um filme desta lista.


No capítulo das animações Inside-Out: Divertidamente, o sucesso da Pixar e As Asas do Vento, o anunciado derradeiro filme do mestre Hayao Miyazaki e do estúdio com fim anunciado Ghibli.


Sicario.jpg

O retorno à ficção científica e à forma comercial e crítica de Ridley ScottPerdido em Marte e o drama de acção do anunciado realizador da sequela de Blade Runner - Perigo IminenteDennis Villeneuve: Sicário - Infiltrado.


No panorama independente perdi o aclamado filme de terror com um conceito original Vai Seguir-te de David Robert MitchellTangerine, de Sean Baker, filme que não teve estreia em Portugal e que teve ótima recepção crítica superando a curiosidade de ter sido filmado com iPhones 5, com um acessório de lentes e editado num software barato.


Artigos relacionados: Os meus favoritos de 2015 [1] [2] [3] [4] [5] [6]

Making a Murderer: o fascínio do crime

As expectativas para 2016